quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Kristina - Queen of Vampires


Trilogia porno-vampírica de Frans Mensink, publicado pela Eurotica.

Mensink conta-nos as aventuras e desventuras de uma poderosa vampira. que antes de o ser foi violada, e morta na Idade Média (pelo menos é o que parece se olharmos para as roupas dos aldeões).
Kristina foi morta, e enterrada, e passaram-se alguns séculos.
Todavia, no Sec.XXI, o seu "túmulo" fica quase exposto, e uma tentativa de assassinato faz escorrer sangue para dentro caixão onde repousavam as suas ossadas.

Com o sangue quente e fresco Kristina revive esfomeada de sangue, e de sexo!

Ora... a primeira coisa que ela faz é sangrar o assassino. Continua a matar, mas agora com mais juízo (pensa ela), matando marginais não terá grandes problemas com os aplicadores da justiça.
Mal sabia ela que no séc. XXI os bandidos têm direitos... muitos mais do que os expectáveis, e para sua desgraça um casal de polícias toma conta da ocorrência. Ela matou uma pessoa. (sim, os assassinos também são pessoas, e quando assassinados até são vítimas, ele há com cada loucura nestes tempos modernos...)
Mas Isto não é só chegar e alimentar-se de bandidos, há outras fomes a serem satisfeitas.
E a dupla de polícias formam um belo casal quando se divertem, oh se formam... divertem-se muito!

Kristina procura abrigar-se, mais uma vez é procurada, e vai parar a uma agência funerária, onde faz o seu primeiro escravo sexual, que como todos os homens deste género de livro é muito bem abonado... e todos são muito competentes no campo lúdico!

Bom, a nossa vampira descobre que o homem dela (aquele que é o seu "prometido") é nada mais, nada menos que o polícia... Grande porra, isto é que é galo, hein?? Como há-de ela enfeitiçá-lo (sendo que o feitiço é envolver-se sexualmente com ele, e dele receber o sémen)e só assim ele será seu para sempre. Sem isso nada feito!
E já não basta que o seu "prometido" seja polícia, e a procure como assassina, como ainda esteja envolvido com a sua parceira, que é possessiva, e não vai largar o seu homem para uma qualquer chupadora de sangue.

No fim do livro a  Kristina acaba por levar com uns balázios, e a esvair-se em sangue foge para o seu porto de abrigo - a agência funerária.

A diferença de livro para livro, é que os escravo(as) da Kristina vão aumentando, ou seja, as perfomances sexuais são cada vez mais, e melhores, o polícia "prometido" tem cada vez mais mulheres-polícias à sua volta. O homem se não está a trabalhar, está a divertir-se com uma ou várias mulheres.
No sexo vale tudo, quer para ele, quer para Kristina.

A vampira acaba por ser encontrada por um clã de vampiros que a consideram a sua rainha, e adivinhem lá o que acontece? É a alegria sexual elevada ao mais alto grau vampírico.

Bom, como disse, são três livros, e no fim de cada livro Kristina acaba sempre por levar com uns balázios (que falta de originalidade).
O primeiro livro até é engraçado, apesar da história ser bastante simples.
O segundo é igual ao primeiro mas mais elaborado.
O terceiro é uma grande merda. A única coisa que safa o terceiro livro é mesmo uma boa sessão de sexo entre polícias!




Não é grande coisar, mas já vi pior... lol

Divirtam-se!

21 comentários:

Diabba disse...

Boff, não me seduz.

enxofre

Nuno Amado disse...

Diabba
Não é grande coisa, não.
:D

Carlos Rocha disse...

Se a qualidade do último álbum decresceu, suponho que tenha sido porque a autor foi perdendo a força no pulso. (If you know what I mean.) ;)

Nuno Amado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nuno Amado disse...

Carlos Rocha
Acho que já estava a esticar demais a cena, e como tal o último livro ficou algo monótono....
Se dos três fizesse dois ficaria bem melhor!
;)

Anónimo disse...

Que mania de colocar gajas nuas de saltos altos nas cenas de sexo... ele há quem sinta tusa nisso? Nem lhes passa pela cabeça que é ridículo ao vivo e a cores? é como uma gajo todo nú com peúgas em cenas de sexo.

Estranhamente, estas Druunas, as obras de Manara, as aqui referenciadas, etc... sempre me pareceram algo postiças pois trata-se de erotismo numa perspectiva masculina, é por isto que eu prefiro pornografia pura e dura, ao menos não se leva tanto a sério. Penso que o Altuna consegue ser mais realista e dar personalidade às mulheres, outro seria o Jodorowski, o Giardino. Na minha opinião deixem as mulheres serem mulheres, o erotismo é intriseco ao género feminino.

-Bladder

Anónimo disse...

Quero dizer que não bate certo, um gajo que não se dá muito com mulheres pode sentir gozo nisto mas um que esteja habituado a intimidades sabe que soa a falso. As mulheres não falam assim nem se comportam dessa maneira. O.K. que são fantasias mas mesmo assim... quando tentam ser sérios não funciona.

-Bladder

Nuno Amado disse...

Bladder
A maior parte dos livros deste género focam-se nas fantasias clichê dos homens, embora haja bastante que graficamente sejam mais naturais.
Uma mulher nua de saltos altos é uma boa fantasia para uma enormidade de homens, embora seja uma situação que a transpor para a realidade tenha de ser falada com a parceira, mas garanto-te que um homem nu e de meias... acho que não é fantasia para ninguém! (Acho eu...)
lol
Druuna foca-se em fantasias masculinas sim, mas também femininas, pois tem muita dominação e híbridos e pelo que eu percebi muitas mulheres têm essas fantasias.
;)

Nuno Amado disse...

Bladder
Eu acho sexy uma mulher nua de saltos altos com meias e ligas!!
Acharia horrível se ela estive de meias de algodão pelo meia da canela...
:P

Anónimo disse...

E meias de algodão até ao joelho como as colegiais japonesas? Já gostavas mais? Existe um grande mercado para isto...

-Bladder

Pedro e Andreia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro e Andreia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
refemdabd disse...

Seu ganda manganão! hehe! Finalmente, alguma acção.
Acho que tenho isto numa qualquer KISS.

Diabba disse...

Estou capaz de dar uma canelada no Refém...
Passaste por cima do meu post porquê, oh insecto??

Grunfff grrrrr cuspe cuspe

Nuno Amado disse...

Bladder
Yuckkkkk
Gosto de uma boa meia até cá cima presa com ligas! Esquece o resto...
:P

Refem
Acho que a Diabba te quer bater... ignoraste-a!
Isso não se faz a uma mulher!!!
:D

pco69 disse...

Olha... surpreendeste-me... este não conhecia. Tenho alguns Eurótica e Amerótica mas realmente, a minha onda sempre foi mais a BD FrancoBelga.

Para quem referiu que este porno é fantasias masculinas, pode procurar os livros da Giovanna Casotto e os da Paula Meadows

Nuno Amado disse...

pco69
Áhh... ainda bem que te surpreendi!
ahahahha
Gosto de sexo e gosto de vampiragem, por isso os comprei (até eram baratinhos...) lol
;)

Fabiano Caldeira disse...

Tá ok, pode não ser um obra digamos "Puxa! Mas que foda tudo isso! Um tremenedo best-seller no gênero!", mas até que você realtou algo que tem começo, meio e fim no meio dessa tara toda. Conheço ouquíssimo material como esse que você mostrou. E desse pouquíssimo que conheço, mal há uma história, é só uma pegação mesmo pro sexo correr solto na maior putaria. Não sei se é devido ao teor homossexual dos quadrinhos que vi ou se todos os gênros desses tipo de quadrinhos - homos ou heteros - são assim mesmo. Fico com a sensação de que não se deve esperar muita coisa mesmo, desde que haja a putaria.

Até que essa obra tem uma boa história para justificar a boa putaria. rsrsrs...

Abraços. Obrigado por compartilhar. Gostei muito das imagens!

Fabiano Caldeira.

Nuno Amado disse...

Fabiano Caldeira
Há boa, razoável e má BD/HQ erótica. Seja implícito ou explícito, são normalmente livros pouco conhecidos, porque a vergonha de os mostrar junta-se aos taboos sociais. A leitura já é uma actividade que se pode chamar de individual por norma. Este tipo de leitura para além de individual é também uma leitura "envergonhada". Bolas, ninguém tem de ter vergonha do que lê!
(Muito menos do sexo... nós já nascemos com ele!)
:D

Fabiano Caldeira disse...

"Bolas, ninguém tem de ter vergonha do que lê!
(Muito menos do sexo... nós já nascemos com ele)"


rsrsrsrs... é bem por aí mesmo. Bem colocado!!

Abraços. Fabiano Caldeira.

Nuno Amado disse...

Fabiano
;)